Fechando os Ossos / Closing the Bones

Fechando os ossos é uma maneira de apoiar a recuperação de uma mulher após o parto, seja qual a maneira que ela deu à luz o seu filho; para celebrar as incríveis habilidades do seu corpo; fechar o círculo da gravidez e do parto e criar um momento de quietude, de paz meditativa e reflexão na montanha-russa das emoções da nova maternidade.

É um ritual pós-natal, que usa uma massagem e aquecimento da zona pélvica, usando um xaile ou “manta”, como é chamado no Equador, de onde essa prática em particular, origina. É semelhante ao rebozo Mexicano. Tradicionalmente, as culturas em todo o mundo usavam panos em redor da pélvis para apoiar o útero e a área pélvica, após as mudanças dramáticas da gravidez e do parto.

É particularmente potente no período pós-parto. No entanto, todas as mães beneficiam desse processo, independentemente de há quanto tempo deram à luz.

As experiências das mulheres são muito diferentes. Aquelas com quem trabalhamos experimentaram a cura nos níveis físico, emocional e espiritual à medida que re-centralizam a sua energia; libertam os seus corpos de remanescentes da gravidez e parto e reacendam o seu centro de criatividade de uma nova maneira.

…………………………………….

Closing the Bones is a way to support a woman’s recovery after childbirth however she birthed her child; to celebrate the amazing abilities of her body; to close the circle of pregnancy and birth and to create a moment of stillness, of meditative peace and reflection in the rollercoaster of emotions of new motherhood.

It is a postnatal ritual, which uses a massage and the warming, nurturing use of a shawl or ‘manta’ as it is called in Ecuador where this particular practice comes from. This is similar to the Mexican rebozo. Traditionally, cultures across the globe have used cloth around the pelvis to support the womb and pelvic area after the dramatic changes of pregnancy and birth.

It is particularly potent in the postpartum period. However every mother benefits from this process no matter how long ago she birthed.

Women’s experiences differ widely. Those we have worked with have experienced healing on the physical, emotional and spiritual levels as they re-centre their energy; free their bodies from remnants of pregnancy and birth and reignite their centre of creativity in a new way.